Tilápias de volta à Costa do Marfim

Tilápias de volta à Costa do Marfim Juvenis de pescado brasileiro, melhorados geneticamente, foram entregues hoje (21) ao governo da Costa do Marfim, para incentivar a aquicultura e o desenvolvimento econômico e apoiar o combate à fome e a miséria no país africano. Os peixes, da espécie Tilápia, partiram das estações de piscicultura do Dnocs (Departamento Nacional de Obras contra a Seca), no Ceará, e foram levados até Abidjã, a capital marfinense, pelo ministro da pesca e da aquicultura do Brasil, Eduardo Lopes. Brasil e Costa do Marfim assinaram em abril um acordo de cooperação técnica com foco na recuperação da aquicultura e da pesca no país africano. O trabalho será desenvolvido com apoio da Agência Brasileira de Cooperação Internacional, do Ministério das Relações Exteriores.

Segundo explicou o ministro da pesca e da aquicultura, o Brasil tem uma dívida de gratidão com a Costa do Marfim na área da aquicultura. Nos anos 1970, foi o país africano que enviou aos brasileiros as primeiras matrizes de tilápia, dando início ao cultivo em diversas regiões. Os técnicos brasileiros trabalharam duro no melhoramento genético do pescado, que hoje engorda mais rápido e é considerado o principal produto da aquicultura nacional. “Na Costa do Marfim os conflitos armados atrasaram o desenvolvimento científico. Com a entrega desses juvenis, de forma bastante humanitária estamos contribuindo para que eles recuperem o tempo perdido”, destacou Eduardo Lopes.

Tilápias de volta à Costa do Marfim No projeto de cooperação entre Brasil e Costa do Marfim também estão previstas ações de capacitação de técnicos na pesca artesanal e esportiva, na produção de organismos aquáticos, incluindo a piscicultura continental, na criação de camarões e moluscos e no monitoramento e controle da pesca e da aquicultura.

A missão brasileira na Costa do Marfim contou com o apoio da Força Aérea brasileira, que garantiu o transporte dos alevinos e da delegação brasileira. Depois do lançamento do programa de cooperação, Eduardo Lopes se encontrou com o primeiro ministro e com o presidente marfinense. À tarde está prevista uma série e visitas técnicas às empresas de pesca de Abidjã. O ministro segue nesta terça-feira para a Espanha, onde mantém agenda para a promoção de cooperação bilateral com o Brasil.

Fonte: http://www.mpa.gov.br

Post Relacionados